Paula Martins: exemplo de persistência e determinação

Aprovados OAB

Olá!

Meu nome é Paula Joveni Martins de Souza, tenho trinta anos, sou policial militar e mãe de um rapazinho de 7 anos, resido em Trindade no sertão pernambucano.

Terminei o bacharelado em julho de 2014, desde então venho buscando a tão sonhada aprovação no exame de ordem. Iniciei com PDF emprestados de amigos que já tinham feito os exames anteriores, e consegui a aprovação na 1ª fase de primeira, me levando a comprar um curso de 2ª fase de outra instituição, mas o juridiquês utilizado pelos professores não me proporcionaram um bom entendimento das peças.

Um ano depois conheci o CERS e comprei um novo curso de 2ª fase, fiquei muito próxima da aprovação, mas ainda não foi desta vez.

Sempre tive o estudo como objetivo de vida, mas as escalas de trabalho muito extensas e cansativas não me permitiam ter a retenção de conhecimento necessária, pois eu andava sempre com um monte de livros e vídeo aulas, sempre que não tinha nenhum superior por perto achava um jeito de passar os olhos na matéria, trocava o horário de almoço e jantar pelos cadernos de anotação, e vez por outra me via dormindo por cima do vade mecun.

Você não imagina o quanto era importante e fortalecedor aquele “bom dia, boa tarde, boa noite e boa madrugada” do PLGG e da Ana, as palavras de incentivo chegavam sempre naquele momento em que o cansaço tentava me vencer, pois conciliar os estudos com a maternidade e o trabalho esta cada vez mais difícil, mas por vezes, parecia que eles estava ao meu lado vendo o que estava acontecendo comigo, a clareza e objetividade dos professores foram decisivos na minha preparação.

Após algumas reprovações na segunda fase, parte da família chegou ao ponto de me incentivar a desistir, pois muitos chegavam em minha casa e encontravam meu filho dormindo no meu colo enquanto eu estudava em uma mesinha no chão, pois era o único jeito de ficarmos juntos mais tempo. Os amigos diziam que o namorado ia me deixar porque eu só namorava com os livros, fiquei sem vida social.

Porém sempre acreditei que a persistência é a mãe do  sucesso, e, em julho de 2016, consegui o conhecimento necessário que levou meu nome para aquela lista tão cobiçada. Enfim, aprovada e dona de uma felicidade infinita, exatamente como a Ana e o PLGG diziam, e aquela alegria não tinha preço.

Tive muita vontade poder abraçá-los pessoalmente e agradecer cada palavra de incentivo, cada minuto de descontração ou de fortalecimento que nos dedicavam e nos transportava daqueles momentos difíceis para além da realidade.

Agradeço muito ao CERS que nos possibilita esse conhecimento de fácil apreensão, aos professores incrivelmente capacitados, não só para transmitir o conhecimento mas para fortalecer nossa alma cansada nessa maratona de estudos, sem esquecer de cada profissional que fez chegar aquelas vídeo aulas nas nossas casas.

Agora, avancei um degrau, e busco a aprovação em um concurso que me proporcione mais tempo e melhor qualidade de vida para mim e meu pequeno.

Obrigada equipe CERS.

 

Compartilhe a sua história conosco! Envie um e-mail para eusou@cers.com.br.

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *