MEC reconhece curso superior de tecnólogo em serviços jurídicos

MEC reconhece curso de tecnólogo em serviço jurídico

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu o curso superior de tecnólogo em serviços jurídicos. A portaria foi publicada, ontem (5), no Diário Oficial da União.

A aprovação de um curso técnico em serviços jurídicos é polêmica. E a decisão encerra o primeiro impasse entre o MEC e a OAB.

Entenda o caso

Em 18 de abril, o MEC havia homologado parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE) que autoriza o funcionamento de curso superior de tecnologia em serviços jurídicos.

A decisão trata de recurso interposto pela Faculdade de Agronegócio Paraíso do Norte contra a decisão da própria Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC que, no ano passado, negou a abertura do curso.

OAB

Antes da homologação pelo MEC, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) manifestou-se contra o parecer. Em nota, a OAB  diz que, com a medida, o CNE “mais que se distancia de sua função de zelar pelo rigoroso padrão de qualidade do ensino” e abre caminho para o surgimento de uma “classe indefinida de profissionais, criando problemas ainda mais sérios às centenas de milhares de bacharéis em direito que hoje formam-se e não encontram posição favorável no mercado de trabalho”.

Faculdades

Em resposta ao posicionamento da OAB, o Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular, que representa as instituições educacionais, posicionou-se a favor da homologação do parecer aprovado pelo CNE.

As entidades afirmam que “nem toda formação no mundo jurídico está sob a batuta do advogado, havendo diversas áreas cartoriais administrativas, por exemplo, em que o profissional tecnólogo pode desempenhar suas atividades”. As entidades também argumentam que o Novo Código de Processo Civil assegura ao advogado credenciar qualquer pessoa para retirada dos autos do cartório ou da secretaria, “tarefa que pode perfeitamente ser desempenhada pelo tecnólogo”.

O ofício cita o caso dos Estados Unidos, onde profissionais com formação correlata “já exercem regularmente suas atribuições de forma plena, ressalvadas as áreas de atuação exclusiva de advogados”. Fonte: Agência Brasil

Qual é a sua opinião sobre o reconhecimento do MEC do curso de tecnólogo em serviços jurídicos? Deixe seu comentário!

DOU curso de tecnólogo em serviços jurídicos

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Questão OAB Direito Tributário comentada

Via de regra, na primeira fase do Exame da Ordem, são cobradas cinco questões ...

Nova Lei nº 13.431 assegura direitos da criança e do adolescente

Foi publicada a lei nº 13.431/2017, que altera a Lei no 8.069, de 13 de julho ...

Quanto tempo de antecedência devo iniciar minha preparação para OAB?

Existe uma dúvida que permeia a mente da maioria dos examinandos: com quanto tempo ...

Reta Final OAB: Dica de Processo Civil

Antes mesmo do Último Treino Online, nesta sexta-feira, você já pode ir conferindo dicas ...

3 motivos para participar da revisão presencial OAB gratuito

O Revisaço OAB já virou tradição na preparação dos OABeiros que farão o Exame ...