8 Erros que podem Zerar sua Peça na 2ª Fase OAB

Olá, OABeiros! Sabemos que a 2ª fase da OAB está chegando. Dessa forma, preparamos esse material que irá te nortear sobre os erros  que você não poderá cometer nessa segunda fase. 

Vamos Juntos?!

1️⃣ Caneta de cor diferente permitida pelo edital

Sabemos que em muitos concursos e provas há certas limitações em relação às cores das canetas que podem ser utilizadas, e na OAB não é diferente. 

O edital é bem sucinto em relação às cores que podem ser utilizadas. Na 2ª fase da OAB, será permitido a utilização de canecas da cor preta e azul. 

Vale ressaltar que, a sua peça pode ser zerada caso você utilize outra cor. 

Nesse norte, quando for realizar a prova, leve, pelo menos, 3 canetas da mesma cor. Levar mais de uma pode ter salvaguardar caso alguma comece a falar. 

2️⃣ Errar a identificação da peça

É muito comum que alguns participantes não façam a identificação da peça na 2ª fase da OAB de forma correta. Conforme estabelece o edital, tal identificação é fundamental para a elaboração da peça. Nesse contexto, errar a identificação pode  fazer com que você tire zero nessa parte da prova. 

Isto posto, é de suma importância prestar bastante atenção às dicas que são dadas discretamente no enunciado, para assim, você não errar na hora de identificar a peça.  Ressalta-se que haverá apenas uma peça possível para solução do caso proposto pelo problema prático-profissional.

Lembre-se de que errar a identificação da peça pode gerar reprovação na segunda fase, já que ela vale 5 pontos.

3️⃣ Escrever de forma ilegível 

Escrever de forma ilegível na peça prática ou nas questões da 2ª fase pode tornar as respostas incompreensíveis perante os examinadores, ocasionando assim, no zero.

Vale ressaltar que o examinador não irá ficar tentando decifrar o que está escrito na prova.  O examinador irá estar cansado de tanto ler respostas, dessa forma, pratique a sua escrita antes da prova, tentando deixar o mais legível possível. 

Não importa se sua letra é de forma, junta, separada, grande, pequena, bonita ou feia, desde que seja legível. Quanto mais fácil for a leitura para o examinador, melhor será sua correção.

4️⃣ Assinar a peça

É importante salientar que, você não deve se identificar na prova! Qualquer forma de identificação é razão para zerar a prova.

Nesse ínterim, no lugar da “assinatura”, escreva apenas “advogado” e adicione reticências ou acrescente “XXX” ou “…” (sem aspas) nas áreas destinadas às informações de cidade, data e número da OAB.

Vale frisar que, identificar a prova, é trazer para o caderno de resposta elementos/informações que não fazem parte do problema prático-profissional ou das questões, ou fazer uso de marcas (símbolos) estranhos. Ou seja,  identificação é tudo aquilo que torna sua prova diferente das outras. Como, por exemplo, quando você assina seu nome ao final, inventa algum dado que não consta no enunciado ou faz uso de símbolos e formas não usuais ou não permitidas expressamente pelo edital.

Para evitar esse problema, faça o simples e não invente!

5️⃣ Rasurar a prova 

Assim como escrever de forma ilegível, rasurar a prova é um erro comum e que pode resultar na desclassificação. 

Sabemos que erros são comuns, desse modo, assim que você cometer um erro, apenas grife a palavra e escreva a palavra certa a seguir. 

Seguindo essa dica, você evitará poluir a sua peça e deixar mais limpo e fácil de entender. 

6️⃣ Ausência de raciocínio coerente 

Um dos pontos mais importantes para a elaboração da peça é a coerência na parte argumentativa. Vale salientar que de nada adianta você jogar a esmo algumas informações, junto com alguns artigos, e achar que isso será suficiente para que a nota seja atribuída. 

É muito necessário que você saiba como conectar essas informações para que seu texto seja coerente e de fácil entendimento. Traga uma pequena explicação para cada ponto da sua fundamentação.

Vale frisar que o examinador vai estar cansado, então, quanto mais coerente, mais fácil será o examinador entender o ponto que você quer chegar. 

7️⃣ Desrespeito à ordem da transcrição das respostas

Preste atenção!! A folha de resposta da prova da 2ª Fase da OAB é composta por: 05 páginas para construção da peça; 04 páginas para fundamentar questões.

Todas devidamente numeradas e que correspondem a uma atividade específica.

Salienta-se que no topo de cada página da folha de resposta, há indicação se àquela destina-se à peça ou às questões, bem como estabelece uma ordem a ser seguida (Folha 1/5, Folha 2/5…, Questão 01, Questão 02…).

Essa ordem deve ser respeitada no momento da transcrição das respostas. O conteúdo que estiver fora do local correto receberá nota zero.

8️⃣ Escrever fora dos limites da folha de resposta

É de grande importância respeitar a ordem da transcrição das respostas e observar os limites de linhas e de margem estabelecidos. Vale destacar que qualquer conteúdo que esteja fora desses limites, receberá nota zero, independentemente de estar certo ou não.

E aí, OABeiro curtiu essas dicas? Esperamos que sejam um diferencial para conseguir a sua tão sonhada vermelhinha!

 

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *