Aprovação na OAB: Por que a trajetória é tão difícil?

Por André Mota, com a colaboração de Joffre Melo.

Sempre quando é publicado o resultado do Exame de Ordem, muitas pessoas acabam provando o “amargo” gosto de uma suposta derrota.  Algumas pensam até em desistir, fato esse comprovado através das inúmeras mensagens que costumeiramente recebo nessa época. Por isso, resolvi responder à pergunta acima através destas singelas linhas.

LONGO CAMINHO

Bem, na verdade, a trajetória é difícil porque ela não começa após a colação de grau no curso de Direito. Talvez as pessoas se sintam “cansadas”, justamente por enfrentar “batalhas” desde a ocasião em que ingressaram na faculdade.

Divido essas “batalhas” em duas modalidades: as de natureza ACADÊMICA e as de ordem PESSOAL, todas elas responsáveis pela pressão psicológica, cansaço e desânimo daqueles que almejam um “lugar ao sol”. Enumero-as abaixo, sabendo que você poderá não se encontrar em algumas, mas, com certeza, estará incluso na maioria delas.

As de natureza ACADÊMICA são:

1) Infindáveis trajetórias diárias de casa-faculdade/ faculdade-casa;

2) Submissão às inúmeras semanas de provas;

3) Noites mal dormidas, em virtude da necessária submissão às semanas acima citadas;

4)  Necessária elaboração do trabalho de conclusão de curso (TCC);

5) Cansaço, ante o necessário cumprimento das cargas horárias da prática forense.

Suas lutas pessoais

Por outro lado, as “batalhas” de natureza PESSOAL poderão ser denominadas como “batalhas da mente”, considerando o poder de desgaste psicológico que geram. Vejamos:

1) Expectativas de familiares e amigos, vividas na trajetória do curso de direito: Aqui, o estudante de direito passa a pensar que as pessoas apenas acham que a única coisa que ele tem para conversar (ainda que num evento social) é sobre problemas, processos, dúvidas sobre causas, etc.

–  E ai, já passou na OAB? – pergunta um familiar.

– Mas passou cinco anos na faculdade e ainda nada?- indaga outro parente.

Triste constatação, pois as pessoas não imaginam o grau de dificuldade hoje existente no dito exame. Tenho até a certeza de que um grande percentual dos operadores do direito que hoje estão no mercado não teriam condições de aprovação.

2) O “pós-formatura”: aqui, eu diria, é ainda pior, pois a família e a sociedade começará a cobrá-lo pelos resultados…

3) Suas próprias cobranças. Você, certamente, tem suas metas e desejos. Quando se demora a alcançar os objetivos, vem, muitas vezes, o sentimento de frustração.

4) Tentativas anteriores frustradas: Muitos ficam até com vergonha, achando que é um demérito não ter sido aprovado no exame e passam a não mais revelar, perante a sociedade , que tentarão novamente o exame.

Então, se você se identifica com alguma (s) das batalhas acima citadas, seja bem vindo ao planeta terra!!!

Tenho uma rotina corrida e não sobra tempo para estudar

Primeiramente se você almeja sucesso deve saber elencar prioridades, em qualquer área para ser proativo e eficiente deve aprender tal mecanismo. E com um pouco de esforço e organização independente da rotina sua aprovação estará mais perto de chegar. Para te ajudar na preparação elencamos alguns passos que você deve tomar:

  •  Nunca descuide dos três elementos: alimentação, atividade física e descanso

Ao  organizar seu cronograma de estudos jamais deixe de incluir esse tripé. Tenha como sagrado realizar exercícios, se alimentar bem comendo frutas e verduras e não exagerar no açúcar e cafeína para ficar mais tempo acordado. E sempre estabelecer um dia ou horários determinados para descansar. Pois, de nada adianta um treino super pesado e no dia da prova você desmaiar ou passar mal, não é mesmo?! Tenham sempre como prioridade, pois você só poderá ter sua aprovação se o seu corpo e mente estiverem bem.

  • Planejamento

    Não crie um plano de estudos que você não pode cumprir. Um plano completo e detalhado de estudos é aquele que leva em consideração suas dificuldades, problemas e atividades, não esquecendo do lazer e descanso. Quer um conselho?  Não pense que planejar é perda de tempo, cada hora planejada é economia de tempo de estudos.

  • Regime de informações

    Está estudando? Então, nada de redes sociais, séries ou qualquer outra distração inútil que não te agregará em nada. Afinal, quem ganhou o reality show não irá cair na prova da OAB, não é mesmo?! 

    No entanto, a internet não é totalmente má. Se você utilizar sabiamente, dará um up ainda maior nos seus estudos. Quer um exemplo? Você conhece nosso aplicativo OABeiros? Então, se liga nessa dica super top. Nele você encontrará simulados, questões, leis e artigos atualizados, e muito mais. Conteúdo de qualidade na palma da mão.📱

    Leia também: saiba como se manter firme na maratona da OAB

Respostas nem sempre fáceis de descobrir

Quer saber por que a trajetória é difícil?

Porque o gosto amargo do árduo caminho a ser percorrido é necessário para que a futura vitória tenha o “sabor de mel”. Pense que, no futuro, não irão perguntar se você fez ou não o exame de ordem 1, 2 ou 10 vezes, mas, sim, se você é ou não advogado!

Pense nisso e não desista… NUNCA!

Grande abraço.

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Começam as Inscrições para a repescagem da OAB

Atenção OABeiro. Começa hoje o prazo de Inscrições para a repescagem da OAB. O reaproveitamento ...

Domingão OAB: Dica sobre Emancipação

Salve salve OABeiros, Guerreiros da OAB. Tem alguém estudando em pleno domingo? Quem deseja ...

A internet e o futuro da advocacia

Atualmente, a concorrência é um dos mais graves obstáculos enfrentados pelos advogados no Brasil. ...

Passou na 1ª Fase OAB?

Agora que você já conferiu a gabarito preliminar da prova objetiva da OAB FGV, ...