Como passar na OAB?

Olá OABeiro! Embora pareça difícil passar na OAB, principalmente de primeira, o Exame de Ordem não é um bicho de sete cabeças! Uma vez que você saiba os fatores certos, sua carteirinha pode estar mais perto do que pensa! Para ajudar você nessa fase, elaboramos algumas dicas e estratégias que irão auxiliá-los a obter bons rendimentos nos estudos e alcançar a aprovação o quanto antes. Confira!

1.Conheça a estrutura da prova

Um erro cometido por muitos candidatos é não dar a devida  atenção ao edital. Uma vez que esse  material possui as principais  informações sobre a sua prova, o que torna a sua leitura imprescindível. Preste atenção no edital e analise também as provas anteriores para se ambientar com o padrão cobrado pela FGV.

2.Priorize as matérias de maior incidência

Existe certo padrão nas provas, observa-los com certeza irá te aproximar da aprovação. A primeira fase do Exame da Ordem é dividida em 80 questões objetivas de 17 disciplinas diferentes. O mínimo necessário para a aprovação é o acerto de pelo menos metade delas, ou seja, 40.

O segredo é priorizar as disciplinas com maior incidência, pois assim você estará otimizando o seu tempo e sendo estratégico. As matérias podem ser divididas em três grupos obedecendo o nível de incidência:

  • Grupo 1: Ética Profissional, Direito e Processo Civil, Direito Constitucional e Administrativo e Direito e Processo Penal;
  • Grupo 2: Direito e Processo do Trabalho, Direito Tributário e Empresarial;
  • Grupo 3: Direitos Humanos e Internacional, ECA, Direito Ambiental e do Consumidor e Filosofia do Direito.

3.Introduza uma técnica de estudos para impulsionar a sua aprendizagem

Os métodos de estudo são técnicas usadas para facilitar o aprendizado. Eles têm características diversas, como gestão do tempo, memorização, foco e concentração. Por este motivo, é interessante adicioná-los na sua rotina de estudos. Um exemplo de métodos de estudos é a técnica Pomodoro ou do intervalo que visa o gerenciamento do tempo. Seu funcionamento é bem simples e tem como objetivo a produtividade, uma vez que  esta se baseia na ideia de que dividindo o nosso fluxo de trabalho em blocos de concentração intensa, conseguimos melhorar a agilidade do cérebro e estimular nosso foco. 

A técnica Pomodoro propõe uma divisão da jornada em intervalos de 25 minutos. Durante esses blocos de tempo, uma determinada tarefa deve ser realizada ininterruptamente. Ao fim de cada período, é feita uma pausa de 5 minutos e, ao final de cada 4 blocos de 25 minutos, uma pausa de 30. Mas como colocar tal técnica em prática? Primeiramente, você deve fazer uma lista de tarefas a serem desempenhadas durante o dia. Depois, basta dividir seu tempo em períodos de 25 minutos e trabalhar ininterruptamente em suas tarefas nesses períodos. Quando o timer tocar, ao fim dos primeiros 25 minutos, marque nas tarefas concluídas  e faça um breve intervalo de 5 minutos, nesse intervalo você não deve fazer nenhuma atividade que exija esforço mental.

A cada quatro ciclos, faça uma pausa maior (entre 15 e 30 minutos) para descansar. Esses intervalos entres os pomodoros são fundamentais para “oxigenar o seu cérebro” e aumentar a agilidade mental. 

Toda vez que for interrompido por algo ou alguém, você deve anotar. O criador do método,Cirillo, aconselha escrever uma apóstrofe ao lado da atividade toda vez que acontecer uma interrupção.

As interrupções podem ser internas ou externas. As internas são aquelas cometidas por você mesmo, enquanto as externas são quando outras pessoas ou acontecimentos atrapalham sua atividade.

Caso siga o conselho de Cirillo de anotar todo tipo de interrupção, você poderá medir quantas e em quais situações realmente é necessário parar uma atividade. Você também poderá descobrir o que tira sua concentração e foco.

4.Organize um cronograma de estudos

O estudo está diretamente ligado a um bom desempenho. Por este motivo, organize um cronograma de estudos completo e não deixe para estudar em cima da hora. 

Leve em consideração o número de dias até a prova e a quantidade de horas diárias que você poderá dedicar à sua preparação.

5.Revise o conteúdo estudado

Revisar o conteúdo é sempre importante, e muitas pessoas deixam essa etapa passar batida por falta de tempo. A revisão é fundamental para que nenhum detalhe fique para trás. Por isso, você  deve montar sistemas para revisar os assuntos já estudados.

Só se aprende bem, quem conclui ciclo de aprendizado:

  •  Ler;
  • Compreender;
  • Revisar.

Esses três processos geram a memorização, pois esquecemos várias coisas que aprendemos. Porém é necessário traçarmos estratégias que façam com que o conteúdo aprendido seja lembrado quando necessário, o que torna a revisão uma prática essencial e que deve ser contínua.

Através da revisão, conforme Ebbinghaus, o cérebro tende a recuperar o percentual de esquecimento, otimizando a fixação da informação de modo muito mais abrangente.

Então, qual o melhor método de revisão?

Você pode realizar a sua revisão de muitos modos, devendo levar em consideração a sua particularidade e adotar o método de revisão que você obtenha melhores resultados, podendo ser através de resumos, marcação de textos, flashcards, mapas mentais ou através dos próprios exercícios.

Esperamos que aproveitem as dicas, que não param por aqui! Para turbinar ainda mais a sua preparação baixe o aplicativo OABeiro! Confira aqui os benefícios do aplicativo!

Vamos Juntos!

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Ainda dá tempo de solicitar seu certificado

A cada semestre, estudantes de diversos cursos buscam cumprir a carga horária de atividades ...

Direito do Trabalho para advogados

A rotina do advogado trabalhista não é fácil. Marcada por uma infinidade de audiências ...

Últimos dias: pós-graduação em Direito com 20% de desconto

Para se destacar no mercado de trabalho e crescer na carreira, o profissional precisa ...

Quanto tempo de antecedência devo iniciar minha preparação para OAB?

Existe uma dúvida que permeia a mente da maioria dos examinandos: com quanto tempo ...