Como escolher a disciplina certa para a 2° fase da OAB

E aí, OABeiros! Como vocês estão? 

Na segunda etapa da OAB, o candidato realizará uma prova discursiva que conta com uma peça prático-processual do cotidiano da advocacia e mais quatro questões abertas. Diante disso, como essa é uma etapa com foco muito mais definido, é preciso escolher uma entre as sete disciplinas disponíveis, ainda no ato da inscrição. 

Vale ressaltar que a OAB  anunciou através das suas redes sociais, a abertura de prazo para alteração da área jurídica da 2ª fase do XXXII Exame de Ordem.

Para saber mais informações, leia: Prazo para alteração da 2° fase

 

1. NÃO EXISTE DISCIPLINA MAIS FÁCIL QUE A OUTRA 

A priori, pode-se ressaltar que algumas disciplinas geram mais aprovações, enquanto outras possuem um índice maior de reprovação. Porém, através de uma análise da quantidade de candidatos inscritos em cada opção, conseguimos explicar este “fenômeno”.

Desse modo, se uma disciplina, por exemplo, Direito Constitucional, tem pouquíssimos inscritos, é de se esperar que o seu índice de aprovação seja maior, afinal, aqueles que a escolheram provavelmente têm muito mais familiaridade com a área.

2. ESCOLHA A ÁREA QUE PRETENDE 

A princípio, ao escolher a disciplina da segunda fase da OAB pensando na sua área de atuação no futuro vai além de simplesmente aumentar suas chances de sucesso. Afinal, essa também é uma forma de já se preparar para situações que vai encarar no futuro. 

3. ESCOLHA UMA MATÉRIA QUE VOCÊ TEM FAMILIARIDADE

OABeiro, você certamente se deparou com matérias preferidas e assuntos com os quais teve maior facilidade de aprendizado durante a graduação. Desse modo, é necessário fazer uma autoanálise e compreender quais são essas disciplinas é essencial para uma escolha consciente, assim a familiaridade pode ser de grande ajuda na realização de uma boa prova.

Nesse sentido, escolher uma disciplina que não é do seu interesse, iludindo-se ao pensar que ela é mais fácil ou “menos complicada” que as outras, pode ser um grande equívoco, que acabará acarretando na sua reprovação. Afinal, é muito mais agradável resolver uma prova que aborde temas que são do seu interesse do que se deparar com questões que não são familiares. 

4. ANALISE O SEU HISTÓRICO ACADÊMICO 

Para fazer a análise do seu histórico acadêmico, você ainda não sabe qual é a área do Direito que pretende atuar no futuro, muito menos quais são as matérias com as quais possui mais afinidade, não se preocupe! Ainda é possível escolher a disciplina certa para a segunda fase do exame baseando-se no seu histórico acadêmico.

Para isso, basta analisar a sua nota média em cada disciplina e verificar em quais delas você se saiu melhor. Por exemplo, se você tem um alto rendimento em Direito Penal, enquanto suas notas em Direito do Trabalho não estão tão boas assim, é de se esperar que você tenha mais facilidade com a primeira disciplina. Desse modo, suas chances de aprovação podem ser bem maiores se você escolher a disciplina que possui melhor rendimento na faculdade.

 

E aí, OABeiro! Curtiu essas dicas? Esperamos que sejam um diferencial para conseguir sua aprovação!

 

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Divulgada Data da 2ª fase do XXXI EOU!

Atenção, oabeiros! Acabou de ser divulgada a data da 2ª fase do XXXI Exame ...

Como enfrentar a ansiedade que antecede a prova da oab?

Olá OABeiro,  Você está sentindo aquela angústia e medo, como se até o ar  ...