Fui aprovado na OAB! O que fazer agora?

Aprovado na OAB

Olá, OABeiros! Ou melhor, agora já posso chamá-los de advogados! Como está o coração após receber um dos resultados mais importantes da sua graduação? Finalmente, depois de tantas renúncias e estudos, você foi APROVADO(A)!

Estamos aqui para te desejar PARABÉNS, você lutou muito por essa conquista! Agora é hora de festejar e compartilhar a felicidade com todos aqueles que te apoiaram e passaram pelos momentos difíceis com você!

Mas, vale lembrar que, depois das comemorações, é importante saber quais serão os próximos passos e toda a sua parte burocrática.

Você também pode acompanhar este conteúdo pelo Youtube! Dá uma olhada:

Então, vamos nessa?

Qual o primeiro passo após sair o resultado da OAB?

Vamos lá, agora que você já verificou seu nome no listão e já comemorou com todos os amigos e família, é necessário ir atrás da Carteira de Advogado. Esse documento é imprescindível para todos aqueles que desejam seguir a carreira da advocacia, pois ele servirá como seu registro profissional.

Para isso, é necessário que você tenha em mãos o certificado de aprovação no exame de ordem, algo que leva em torno de 15 a 30 dias para ser emitido. Nesse tempo, para que você não fique apenas esperando a emissão do documento, você já pode ir providenciando toda a documentação necessária para a emissão da carteirinha.

São eles:

  • Diploma de bacharel em direito registrado no MEC ou, na sua falta, certidão de graduação em direito e histórico escolar.
  • Certificado de aprovação (ou habilitação) no exame da ordem;
  • CPF e documento de identidade;
  • Certificado de reservista (no caso dos homens);
  • Certidão de quitação eleitoral expedida pela justiça eleitoral;
  • Comprovante de residência;
  • Biometria para a identidade, a ser preenchida presencialmente;
  • 2 fotos 3×4 recentes, sem moldura e em fundo branco.

Lembrem-se: É importante verificar essa relação, porque os documentos podem variar de acordo com as seccionais.

Com o certificado e os documentos em mãos, você deve preencher o formulário de inscrição e pagar a taxa prevista no próprio site da sua seccional, que também pode variar de acordo com a localidade. 

Após isso, a comissão interna de cada seccional irá avaliar o requerimento e caso esteja tudo certo, você será convocado para a cerimônia de entrega da carteira. 

Vale lembrar, também, que nesse momento você deve pagar todas as taxas e a anuidade, mesmo gastando um pouquinho mais, isso é importante para garantir seu título.

Qual carreira devo seguir?

Agora que você já foi aprovado e está com a Carteira na mão, é necessário tomar outra decisão ainda mais importante! “Que área do Direito devo seguir?”

O campo do direito é vasto e dá diversas opções de carreiras, como a advocacia, especialização, concursos públicos ou, ainda, a carreira acadêmica.

Sendo assim, você terá muitas opções para estudar e escolher! Sua decisão não precisa ser imediata, você deve tomar o tempo necessário para pensar sobre isso, afinal é algo bastante importante! Mas também, não se desespere, sua escolha também não precisa ser definitivavocê poderá recomeçar posteriormente caso não se identifique com a área!

  • Advocacia

Mas vamos lá, caso você decida seguir com a advocacia privada, você deve manter seu currículo bem atualizado e completo para ampliar suas chances no mercado de trabalho. Além disso, é importante investir em cursos de prática jurídica, empreendedorismo e marketing, visto que esse mercado cresce cada vez mais.

  • Especialização

Caso você ainda não tenha em vista a prática jurídica, mas deseja seguir ampliando seus conhecimentos, você pode escolher a área que irá se especializar e realizar uma pós-graduação, mestrado ou doutorado, esse campo é bem vasto e tem raízes nas mais diversas áreas.

  • Concursos Públicos

Já para os concursos públicos, é importante que você decida qual área irá seguir, como tribunais, polícia, carreiras jurídicas, entre outras. Assim, você pode direcionar seus estudos para os diversos concursos que o setor abarca e não apenas para uma carreira específica.

Essa opção vem sendo bastante escolhida pelos bacharéis devido a sua amplitude de carreiras, bem como a estabilidade que pode proporcionar aos concursados.

  • Educação

Por fim, mas não menos importante, caso você tenha interesse no magistério, você deverá decidir entre o setor público e privado! Isso porque, no setor privado, apenas uma especialização específica pode ser suficiente, enquanto no setor público, é necessário uma pós-graduação stricto sensu, isto é, um mestrado ou doutorado.

Conheça os nossos cursos de Repescagem

Não conseguiu ser aprovado dessa vez? Sentimos, de verdade, por você! Mas tudo não está perdido. Você ainda pode participar da Repescagem. Sabe como funciona? A OAB libera que você participe da prova de 2ª fase do XXXV Exame, sem precisar passar pela 1ª fase novamente.

Você ainda tem chances!

Quer aprender tudo sobre a prova de 2ª fase com o nosso time de especialistas e conquistas, de uma vez por todas, a vermelhinha? Então confere os nossos cursos aqui! 

 

 

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Por que você precisa estudar para a repescagem OAB com o CERS

Se você está se preparando para realizar a repescagem OAB, na 2ª fase do ...

OAB XXXII: Quais lições podemos tirar do pior exame da história?

Muitas vezes, os estudantes, em momentos de grande pressão como o de prestar provas ...

Domingão OAB: Dica de Estatuto e Ética

Que tal aproveitar este domingo e se dedicar um pouco a uma disciplina que ...

Decreto de Sergipe inviabiliza Exame de OrdemDecreto de Sergipe inviabiliza Exame de Ordem

Decreto de Sergipe inviabiliza Exame de Ordem

Foi publicado na manhã da terça-feira um decreto no Diário Oficial do Estado de ...

O novo Direito Civil

Dar continuidade aos estudos é imprescindível para o desenvolvimento não só profissional, como também ...