Governo recua e inscrição na OAB segue como condição para advogar

A polêmica PEC 108, editada pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, que tira a inscrição obrigatória em conselhos para o exercício profissional teve mais um capítulo nesta sexta-feira, 20. O Ministro da economia, Paulo Guedes, resolveu modificar o posicionamento do governo e a medida não vai mais atingir a OAB. Sendo assim, Governo recua e inscrição na OAB segue como condição para advogar. Mais detalhes em breve.

Entenda o caso: Governo Federal quer limitar poderes da OAB

Na próxima terça (23/7), haverá uma reunião no Ministério da Economia para discutir o tema.

Na justificativa da PEC, consta que os conselhos profissionais não integram a estrutura da administração pública, por isso a inscrição não pode ser condição para o exercício profissional.

Segundo a OAB, a proposta é diametralmente oposta à intenção de promover o desenvolvimento econômico. “Apresentada sem qualquer debate com os conselhos, incluindo a OAB, ou outros setores da sociedade, a PEC traz na sua essência um ataque a mecanismos que protegem o cidadão”, diz em trecho de nota pública.

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Posse de drogas para uso próprio: políticas criminais aplicáveis

O caso de um presidiário encontrado com três gramas de maconha na sua cela ...

STJ aumenta honorários advocatícios

Baseado no Novo Código de  Processo Civil, o Superior Tribunal de Justiça, STJ, majorou o ...

Que tal um cronograma de estudos 30 dias OAB XXXI?

Planejamento é fundamental para a conquista de objetivos. Neste sentido, seguir o planejamento feito ...