Luciano Hang condenado a pagar R$ 300 mil à OAB

Luciano Hang condenado a pagar R$ 300 mil à OAB

O empresário dono da rede Havan, Luciano Hang, foi condenado ao pagamento de R$ 300 mil de indenização por danos morais coletivos à OAB. A condenação ocorreu em função de publicações em redes sociais que foram consideradas ofensivas à Ordem e aos profissionais da advocacia.

A sentença foi proferida na última segunda-feira, 29 de junho, pelo juiz Leonardo Cacau Santos La Bradbury, da 2ª Vara da Justiça Federal em Florianópolis, em ação civil pública da seccional de Santa Catarina.

O valor será destinado a uma Campanha de Valorização da Advocacia.

Publicação nas redes sociais

A condenação ocorreu em virtude de publicação nas redes sociais do empresário no dia 5 de janeiro. De acordo com a sentença, a publicação continha trechos como: “A OAB é uma vergonha. Está sempre do lado errado. Quanto pior melhor, vivem da desgraça alheia. Parecem porcos que se acostumaram a viver num chiqueiro, não sabem que podem viver na limpeza, na ética, na ordem e principalmente ajudar o Brasil. Só pensam no bolso deles, quanto vão ganhar com a desgraça dos outros. Bando de abutres”. A publicação, que foi feita nos perfis do Instagram, Facebook e Twitter, foi retirada do ar por decisão liminar.

De acordo com o juiz:

tais expressões, longe de se constituir em direito de liberdade de expressão e de crítica (…), consubstanciam em manifesto ato ilícito de violação a direitos fundamentais, notadamente a honra, imagem e a dignidade de milhares de advogados, bem como da própria OAB, enquanto instituição de classe

Ainda segundo ele:

resta-se, portanto, devidamente comprovado o dano moral coletivo em sua dupla acepção, ou seja, tanto o dano moral coletivo indivisível que afetou a honra e a imagem de toda a classe da advocacia, representada pela sua instituição (OAB), bem como em sua conformidade de dano moral coletivo divisível, posto que a publicação ofensiva é dirigida também a cada um dos milhares de advogados inscritos na referida instituição

O processo pode ser acompanhado aqui. Luciano Hang ainda pode recorrer da decisão.

Você pode se interessar também por:

Jovem de origem humilde vence obstáculos e é aprovado na OAB
Decreto inviabiliza Exame de Ordem em Goiás
STF suspende execuções trabalhistas que discutem correção monetária
OAB rebate fake news e garante que continua com o Exame de Ordem em 2020

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

O que esperar da 2ª Fase OAB – Administrativo

Nesta segunda-feira, 09, começamos a nossa querida série de postagens sobre O que esperar da ...

Não perca as dicas de hoje na Semana de Mentoria OAB

Acompanhe, a partir das 18h00 (horário de Brasília), a Semana de Mentoria OAB. Hoje, ...

Advocacia como atividade essencial

Justiça do Amapá reconhece advocacia como atividade essencial durante a pandemia

Após a aprovação do Conselho da OAB Amapá, foi impetrado Mandado de Segurança Coletivo ...

As primeiras impressões da 1ª Fase OAB

Terminada a prova objetiva, As primeiras impressões da 1ª Fase OAB é de que foi ...