Luciano Hang condenado a pagar R$ 300 mil à OAB

Luciano Hang condenado a pagar R$ 300 mil à OAB

O empresário dono da rede Havan, Luciano Hang, foi condenado ao pagamento de R$ 300 mil de indenização por danos morais coletivos à OAB. A condenação ocorreu em função de publicações em redes sociais que foram consideradas ofensivas à Ordem e aos profissionais da advocacia.

A sentença foi proferida na última segunda-feira, 29 de junho, pelo juiz Leonardo Cacau Santos La Bradbury, da 2ª Vara da Justiça Federal em Florianópolis, em ação civil pública da seccional de Santa Catarina.

O valor será destinado a uma Campanha de Valorização da Advocacia.

Publicação nas redes sociais

A condenação ocorreu em virtude de publicação nas redes sociais do empresário no dia 5 de janeiro. De acordo com a sentença, a publicação continha trechos como: “A OAB é uma vergonha. Está sempre do lado errado. Quanto pior melhor, vivem da desgraça alheia. Parecem porcos que se acostumaram a viver num chiqueiro, não sabem que podem viver na limpeza, na ética, na ordem e principalmente ajudar o Brasil. Só pensam no bolso deles, quanto vão ganhar com a desgraça dos outros. Bando de abutres”. A publicação, que foi feita nos perfis do Instagram, Facebook e Twitter, foi retirada do ar por decisão liminar.

De acordo com o juiz:

tais expressões, longe de se constituir em direito de liberdade de expressão e de crítica (…), consubstanciam em manifesto ato ilícito de violação a direitos fundamentais, notadamente a honra, imagem e a dignidade de milhares de advogados, bem como da própria OAB, enquanto instituição de classe

Ainda segundo ele:

resta-se, portanto, devidamente comprovado o dano moral coletivo em sua dupla acepção, ou seja, tanto o dano moral coletivo indivisível que afetou a honra e a imagem de toda a classe da advocacia, representada pela sua instituição (OAB), bem como em sua conformidade de dano moral coletivo divisível, posto que a publicação ofensiva é dirigida também a cada um dos milhares de advogados inscritos na referida instituição

O processo pode ser acompanhado aqui. Luciano Hang ainda pode recorrer da decisão.

Você pode se interessar também por:

Jovem de origem humilde vence obstáculos e é aprovado na OAB
Decreto inviabiliza Exame de Ordem em Goiás
STF suspende execuções trabalhistas que discutem correção monetária
OAB rebate fake news e garante que continua com o Exame de Ordem em 2020

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Comece já seu estudo para o XXIX Exame de Ordem

O Edital do XXIX Exame de Ordem já foi publicado. Não perca mais tempo ...

Direito Digital para Iniciantes

Uma evolução das ciências jurídicas. Evolução da própria advocacia e, consequentemente, da atuação do ...

Dica para 1ª Fase OAB: Direito Penal

Olá, OABeiro! Está com dedicação total na preparação para a 1° fase da OAB? ...