Terminada a agonia da espera do resultado final da prova objetiva, é hora de conjecturar o que nos espera nesta 2ª Fase do XXV Exame de Ordem. Nunca é uma tarefa fácil analisar ou prever o que pode vir em termos de Prova da OAB. Neste XXV Exame de Ordem, a situação não difere de certames anteriores. Vejamos. Após o resultado final, tivemos um índice inicial de aprovação abaixo dos 24%. Números bem inferiores que a prova anterior, que teve uma aprovação superior a 53% na lista preliminar. O que podemos concluir com isso? Notadamente, observamos a famosa “teoria da gangorra FGV”. Um sobe e desce em nível de aprovação. Observando os números, percebe-se que a aprovação e a dificuldade oscilam e variam de forma, praticamente, alternadas a cada edição da prova. Vamos responder então sobre O que vem por aí na 2ª Fase OAB.

Leia também: 29.922 aprovados na lista preliminar OAB.

O que vem por aí na 2ª Fase OAB

Levando em conta que os índices de aprovação, notadamente, interferem diretamente no grau de dificuldade da prova, a gente pode esperar uma 2ª Fase não tão dura. Entretanto, isso, infelizmente, não é uma certeza. De toda sorte, temos de levar isso em conta sim. Uma espécie de “compensação” é perceptível se observarmos o comportamento dos números nos Exames anteriores. Praticamente, sempre que uma prova é “apertada”, com baixa aprovação, em seguida temos um “afrouxamento”. todavia, não faça disso uma regra.

Análise dos números

(2016.1) XIX      26,40%

(2016.2) XX       32,19%

(2016.3) XXI      19,46%

(2017.1) XXII     40,81%

(2017.2) XXIII    14,98%

(2017.3) XXIV    56,43%

(2018.1) XXV     23,30% (Preliminar)

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like