Prova da OAB remarcada: traçando um plano de revisão infalível

Olá OABeiro, a prova objetiva se aproxima e já acontece no dia 13 de junho. Assim tão perto, é chegado o momento de dar todo o gás. Com o tempo encurtando, é preciso apostar todas as fichas na otimização de seus estudos. É a hora de fazer uma boa revisão para a OAB. Para ajudá-lo nessa missão, traçamos um plano de revisão infalível.

REVISÃO FAZ PARTE DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM 

Uma das principais características de uma preparação ineficaz para determinado certame é a ausência (ou insuficiência) de revisões periódicas.

Isso porque todo conteúdo deve não apenas ser estudado (primeiro contato, dentro do cronograma de estudos, com a matéria e o respectivo assunto), mas também (e principalmente) revisado, a fim de possibilitar a sua completa absorção por parte do OABeiro.

Dessa forma, revisar é treinar sua memória a retomar algo que já está nela, é fazer o seu cérebro relembrar o conteúdo sem a ajuda de vídeo-aulas, nem de anotações grandes, nem de livros.  Logo, o conteúdo precisa ser relembrado para fixar na memória.

DICAS PARA UMA REVISÃO DE SUCESSO:

  1.  CRIE UM CRONOGRAMA

A priori, para fazer uma boa revisão para OAB é necessário a realização de um cronograma para uma maior organização. Dessa forma, encaixe as disciplinas que precisam ser revisadas no dia, assim possuindo um bom direcionamento nessa reta final.

Logo, será o seu norte e um compromisso no seu cotidiano trazendo organização e disciplina.

2. REVISE AS QUESTÕES E VEJA SEUS ERROS

Nessa etapa, é interessante você reler a resolução das questões que você teve mais dificuldade (chegando ao erro) no seu processo de aprendizagem. Diante disso, é necessário ver o seu erro diante a questão e rever os comentários que você tinha esquecido ou então não sabia. Assim, ocorrendo a fixação do conteúdo analisado.

Dessa forma, revise ativamente, com questionários que verdadeiramente exercitam seu cérebro e consolidam o conteúdo na sua memória.

3. COMO ESTUDAR/DECORAR OS ARTIGOS?

Em princípio, utilize o Raio X apenas para reler os artigos que já foram cobrados na prova da OAB do tema revisado. Mas como posso decorar esses artigos? é simples, OABeiro!!!

Esse método é chamado internacionalmente de active recall (lembrança ativa), se escreve o artigo com trechos incompletos e coloque na parede do seu quarto. Por exemplo, o artigo 1º da Constituição:

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito (…).

Se escreve:

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união _____ dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado ________ de _______ (…).

Quando se treina todo dia, acaba gravando para sempre que o Brasil é uma união indissolúvel dos três entes da federação, que se constitui em Estado Democrático de Direito. Você pode fazer isso com qualquer artigo. Eu recomendo que faça com os mais complicados e que tem mais chance de caírem na prova.

Diante o exposto, você pode fazer tanto para a Lei Seca, quanto para o conteúdo doutrinário. 

3. TÉCNICA DE REPETIÇÃO

A repetição é um método extremamente usado para estimular a memorização de determinado conteúdo. Nesse sentido, o examinando deve se valer dessa técnica, repetindo os pontos que precisam ser aprendidos,  anotações pequenas e realização de exercícios que façam aumentar a fixação do conteúdo.

Diante disso, também há a repetição espaçada. No qual,  consiste em repetir o conteúdo espaçado em diferentes períodos. Como assim? É simples: quando aprender algum conteúdo novo, estude-o no mesmo dia, depois em alguns dias, e mais uma vez aguarde algumas semanas. Tal técnica ajuda a estimular o hipocampo a recuperar a informação em períodos de tempo mais espaçados, fazendo com que a informação seja registrada de forma efetiva na sua mente.

4. ATENÇÃO E FOCO

Atenção e foco são necessários para o hipocampo conseguir memorizar uma informação. Por isso, quando você concentra sua atenção em um único assunto, o cérebro entende que aquele ponto como importante e facilita a memorização. O examinando deve estar focado nos estudos, favorecendo, assim, que você memorize o conteúdo.

5. IMPORTÂNCIA DOS INTERVALOS 

Ao entrar em contato com muitas coisas novas em pouco tempo, o cérebro tende a filtrar as informações, retendo apenas algumas delas. Dessa forma, o examinando que estuda por muitas horas seguidas pode comprometer a eficiência da sua preparação. É importante também fazer intervalos de aproximadamente 30 minutos para descansar e deixar o cérebro absorver as informações.

 

E aí, OABeiro curtiu essas dicas? Esperamos que sejam um diferencial para conseguir a sua tão sonhada vermelhinha!

 

 

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Questão OAB Direito Administrativo comentada

Aos estudantes de Direito que já estão priorizando os estudos na abordagem da FGV, ...

Questão OAB Direito Penal comentada

Aos estudantes de Direito que estão focados na aprovação da primeira fase do XXIV ...

Breve análise do Resultado Preliminar OAB 1ª Fase

Alívio momentâneo para uns, preocupação e ainda ansiedade para outros. Com a publicação do ...

1ª Fase OAB: Saiba os assuntos mais cobrados

Sabemos que a prova objetiva da OAB é muito trabalhosa. Além de testar seus ...

Questão de Ética também é passível de recurso OAB

Após minuciosa análise, o professor de Estatuto e Ética do Portal Exame de Ordem, ...