Técnica de estudo: leitura ativa da legislação

Entender as particularidades da banca organizadora do Exame de Ordem, a Fundação Getúlio Vargas, é essencial para os OABeiros. Conhecer seu estilo de prova, forma de cobrança dos conteúdos, “pegadinhas” frequentes e todas as particularidades ajuda bastante não só na hora da prova, mas também durante sua preparação.

Como se sabe, as provas da OAB não costumam ser tão simples, havendo um certo nível de complexidade nas questões. Nas provas da 1ª fase, por exemplo, são encontrados muitos casos práticos, com a aplicação de abordagens reais e multidisciplinaridade. Há, também, muito texto de lei, priorizando-se a cobrança doutrinária da legislação.

Uma preparação de qualidade para o Exame de Ordem envolve, necessariamente, três dimensões:

– estudo teórico e doutrinário;

– leitura das normas e legislações;

– resolução massiva de questões e realização de simulados.

Todo OABeiro sabe o quanto é importante para a progressão nos estudos cobrir essas três abordagens! Entretanto, muitos esquecem um ponto importante quanto à leitura dos artigos e textos normativos: somente lê-los, de forma passiva, não é suficiente!

Isso quer dizer que não é recomendado apenas abrir a lei seca e realizar sua leitura de forma mecânica, quase que automaticamente. Por isso, é fundamental que você aprenda a realizar a leitura ativa dos textos normativos e a legislação no geral.

Para turbinar ainda mais a sua preparação confira essas super passos que você deve seguir no estudo das normas e legislações!

Como fazer a leitura ativa?

Para realizar a leitura ativa da legislação, o primeiro passo é relacioná-la aos assuntos estudados ou às questões resolvidas. Por exemplo, se você está estudando determinado conteúdo por alguma doutrina e é citado algum artigo de lei, leia-o junto à doutrina e depois anote em um caderno ou post-it todos os artigos a que o texto fez referência.

Ao fim desse estudo, você deve abrir essa lei e ir direto aos artigos relacionados aquele conteúdo específico e realizar a leitura ativa. Siga esses passos:

  1. Leia o artigo por inteiro;
  2. Leia-o novamente, dessa vez fazendo grifos e anotações complementares em um caderno ou bloco de notas – por exemplo, sobre os termos que achou relevantes, palavras-chave e outros pontos de destaque;
  3. Ao final da leitura, faça um breve resumo ou mapa mental com base nas anotações feitas, relacionando-os aos assuntos trabalhados naquele dia.
  4. O mesmo deve ser feito com os artigos citados nas questões resolvidas, em especial daquelas em que você teve maior dificuldade de responder.

Com o passar do tempo, você perceberá que seus conhecimentos ficarão cada vez mais completos, inter-relacionados e fixados. Isso é importantíssimo para a formação de uma base doutrinária e legislativa excelente para fundamentar a resolução das questões na hora da prova.

E mais! Leia também: https://portalexamedeordem.com.br/como-fazer-marcacoes-no-vade-mecum-para-2a-fase-da-oab/

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Domingão OAB: Dica de Estatuto e Ética

Que tal aproveitar este domingo e se dedicar um pouco a uma disciplina que ...

Inteligência Emocional para Concursos: você tem?

Ser concurseiro implica em desenvolver habilidades para conseguir lidar frequentemente com desgastes, não só ...

Vem aí a Semana mais off dos cursos online

Vem aí  a Semana mais off dos cursos online. O CERS tá preparando uma ...

FGV corrige prova OAB de Administrativo

Conforme o professor Matheus Carvalho havia alertado, quem indicou Mandado de Segurança na peça ...

Curso de prática jurídica em Direito Penal

Se você é advogado, procurador, defensor público ou servidor e deseja saber mais sobre ...

Preparação Rumo à Reta Final OAB

Com o adiamento da 2ª Fase do XXV Exame de Ordem, que vai ocorrer ...