Muitos imaginam que o Exame de Ordem é um desafio gigantesco e quase intransponível. De fato é um divisor de águas. É o seu “green card” para exercer a advocacia. Mas os verdadeiros desafios de sua carreira, acredite, começam após o recebimento de sua tão sonhada carteirinha da OAB. São muitas dúvidas que permeiam o jovem advogado, o advogado recém formado, independente da sua idade. Seguir carreira pública? Advogar? Associar-se a um escritório já atuante? Ou ir a luta para vencer o desafio de abrir um escritório de advocacia? Tenha em mente que abrir um escritório de advocacia não é uma missão das mais fáceis, principalmente se você não tiver experiência no ramo empresarial.

Leia também: Tumulto sem precedentes no judiciário brasileiro.

Planejamento estratégico inicial

Abrir seu escritório significa empreender. A partir desse momento você se torna empresário e gestor direto de sua carreira. Assim como qualquer empresário, o empreendedor do direito elaborar de imediato o seu plano de negócios. Esse planejamento é importantíssimo e deve apontar todos os seus rumos, suas metas e objetivos. Faça um prévio balanço de tudo aqui que sua empresa pode e quer alcançar a curto, médio e longo prazo. Nessa etapa, leve em conta a localização do escritório, a necessidade ou não da contratação de funcionários, além de pensar já na prospecção de clientes. Tudo isso faz parte do Plano de Negócios.

Planejamento financeiro

Ponto vital: grana, “la plata”, bufunfa. A falta de planejamento dos gastos e investimentos pode levar seu empreendimento ao fracasso antes mesmo de abrir. Uma opção de conseguir o dinheiro inicial pode ser a contratação de empréstimos ou até mesmo financiamentos. Mas esse ponto, acima de tudo, deve ser posto em prática com prudência e muito cuidado. É preciso projetar o quanto você terá de rendimentos para assim pagar os empréstimos e evitar a criação de uma dívida gigantesca. Pense nisso ainda mesmo no período da graduação.

Planejamento contábil

Buscar a assistência de um experiente profissional de contabilidade pode ser fundamental para garantir o seu sucesso, ou derrocada. O contador vai saber te orientar em assuntos de extrema relevância para abrir a empresa. Temas como, ter o seu próprio CNPJ e ainda ajustar o regime tributário mais adequado para o seu escritório, de acordo com os seus ganhos mensais.

Papel da OAB

Para finalizar esta matéria, alerto que para o seu escritório funcionar e ser aberto é necessário que o estabelecimento seja credenciado à Ordem dos Advogados do Brasil, OAB. Desta forma, antes de tudo, procure a seccional de seu estado e busque a orientação devida para a empreitada.

 

 

 

Tags:

  • Show Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

comment *

  • name *

  • email *

  • website *

You May Also Like

Balanço positivo do 5º Congresso Jurídico Online

O 5º Congresso Jurídico Online – Multidisciplinar foi um sucesso! Durante três dias, renomados ...

Dez passos para aprovação na OAB

Olá, OABeiro! Está se preparando para se tornar um futuro advogado (a)? Para tornar ...

Como organizar os pensamentos na hora de falar em público

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, em 1977, ficou muito famosa no mundo inteiro ...

MEC propõe mudanças no ensino público superior

Na semana passada, o Ministério da Educação, MEC, convocou reitores de universidades públicas de ...

OAB veta inscrição de advogados autores de violência

A OAB publicou nesta quinta-feira (21), em seu Diário Eletrônico, as Súmulas n. 9/2019 ...